Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Estado estuda prorrogação de convênio com Casa do Menino Jesus de Praga

Publicação:

pessoas de pé, dentro de uma ala hospitalar. Vê-se apenas as mãos e um pedaço do rosto sorridente do paciente.
Secretária Arita visita Casa do Menino Jesus de Praga - Foto: Marília Bissigo/Divulgação SES

Gestores da Casa do Menino Jesus de Praga, em Porto Alegre, receberam nesta sexta-feira (6) a secretária da Saúde, Arita Bergmann, que foi conhecer o trabalho filantrópico realizado no local com crianças e adolescentes com múltiplas deficiências. A Secretaria da Saúde (SES) mantém um convênio com a Casa do Menino, no valor anual de R$ 1 milhão, o suficiente para garantir o atendimento a 10 pessoas.

Com a validade do contrato perto do fim, em 2020, Arita garantiu um estudo de viabilidade financeira do Estado para renová-lo por mais dois anos. “Será necessário remanejarmos recursos de outras fontes para mantermos o contrato”, explicou.

O local abriga 32 pessoas com lesão cerebral profunda e deficiência motora permanente em situação de vulnerabilidade social. Para atendê-los, a equipe de profissionais de diversas áreas da saúde é formada por 63 funcionários e, ainda, trabalham na casa cerca de 120 voluntários.

“Essa casa presta um serviço muito além do acolhimento assistencial. Vejo o profissionalismo e a amorosidade com que as pessoas são atendidas. Aqui há a expertise necessária para lidar com pessoas com deficiência e é possível potencializar a capacidade do local, com os recursos necessários”, disse a secretária. “Não apenas o saber técnico é importante, como também trabalhar com o coração”, completou.

A Casa do Menino funciona em Porto Alegre, desde 1984. Há um ano e meio, mudou-se de sede, passando de um local de acolhimento para um centro de reabilitação, prestando serviços de alta complexidade médica, de acordo com o membro do Conselho de Administração, Viturugo Rinaldi de Miranda. “Somos o único lugar no Brasil que presta atendimento desta forma como estamos estruturados”, explicou Miranda.

O espaço oferece aos abrigados atendimento especializado 24 horas com pediatria, neurologia, fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia, fonoaudiologia, assistência social, nutrição, enfermagem e farmácia.

Participaram da visita a deputada estadual Any Ortiz, o presidente do conselho de administração, Marco Antonio Perottoni, e Jaqueline Pesce, do comitê gestor.

três pessoas de pé conversando. atrás pode-se ver o logo da Casa do Menino Jesus de Praga.
Secretária Arita, Miranda e deputada Any Ortiz - Foto: Marília Bissigo/Divulgação SES
Secretaria da Saúde